segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Garoto de 11 anos recebe descarga elétrica e morre em Pau Amarelo

Criança estava passando as férias na casa da tia desde o mês de dezembro

O garoto Ênio Marcondes Ferreira de Brito, de onze anos, sofreu uma descarga elétrica por volta das 14h desta quinta-feira (9), foi socorrido pelo SAMU e levado para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Paulista, mas não resistiu e morreu na unidade de saúde. A criança, que é de Itapetim, cidade do sertão do Pajeú, onde mora mora com a avó desde 1 ano de idade, chegou à casa da tia no bairro de Pau Amarelo no último dia 17 de dezembro para passar férias. O acidente aconteceu na rua Iran, no Loteamento Conceição, na PE – 22, em Pau Amarelo.
Tudo aconteceu quando a tia do menino pediu para ele ir ao mercado comprar um produto de limpeza. Quando ele passou pela rua, os homens da Celpe estariam fazendo reparo em um poste, que, segundo os moradores, sempre apresentava problemas. Ainda de acordo com moradores, não havia nenhum tipo de isolamento nem sinalização que indicasse que ali estava sendo feito algum reparo.
O menino passou perto do local e recebeu a descarga ao entrar em contato com um fio elétrico. Como chovia, a água potencializou a descarga, fazendo o garoto desmaiar no local. Neste momento, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado. O garoto teria saído do local do acidente respirando e consciênte, mas ao chegar  na UPA veio a óbito. A mãe do garoto saiu de Itapetim a caminho da cidade do Paulista após ser avisada do ocorrido. Até agora, nada a respeito do velório foi definido.
A Celpe divulgou uma nota na tarde desta quinta-feira lamentando o ocorrido com o garoto Ênio, destaca que já está prestando assistência à família do garoto e tenta explicar o caso.
"Comunicado à imprensa

Recife, 09 de janeiro de 2014 - A Companhia Energética de Pernambuco (Celpe) lamenta o acidente fatal ocorrido com Ênio Marcondes Ferreira de Brito, de 11 anos, nesta quinta-feira (09), em Pau Amarelo, Paulista. A Celpe esclarece que ao ser acionada para ocorrência de fio partido, enviou uma equipe ao local. De acordo com as informações da equipe que chegava ao local, moradores afirmaram que uma criança havia entrado em contato com a fiação. A equipe identificou que existia um fio de baixa tensão, rompido por ligação clandestina.

Seguindo os procedimentos de segurança, a equipe da Celpe desligou o fornecimento de energia e auxiliou o Corpo de Bombeiros no atendimento à vítima. As equipes técnicas da Celpe estão apurando em detalhes do ocorrido. A empresa está prestando toda assistência à família de Ênio Marcondes.
A Celpe reiteradamente tem combatido a prática de ligações clandestinas, como as encontradas na região do acidente. Ligações ilegais colocam a vida em risco e devem ser combatidas."