quarta-feira, 31 de agosto de 2011

COMPESA ABRE LICITAÇÃO DA ADUTORA DO AGRESTE EM OUTUBRO PRÓXIMO
NO INÍCIO DO PRÓXIMO MÊS DE OUTUBRO, A COMPESA VAI ABRIR O PROCESSO DE LICITAÇÃO DE CONSTRUÇÃO DA PRIMEIRA ETAPA DA ADUTORA DO AGRESTE, COM A PREVISÃO DE INICIAR AS OBRAS NO PRIMEIRO SEMESTRE DE 2012. NESTA ETAPA, SERÃO CONTEMPLADOS 12 MUNICÍPIOS, ENVOLVENDO UM INVESTIMENTO DE 862 MILHÕES DE REAIS. AS PRIMEIRAS CIDADES CONTEMPLADAS COM A ADUTORA DO AGRESTE, QUE LEVARÁ ÁGUA PARA 68 MUNICÍPIOS E 80 LOCALIDADES DA REGIÃO, SÃO ARCOVERDE, PESQUEIRA, ALAGOINHA, VENTUROSA, PEDRA, BUÍQUE, TUPANATINGA, ITAÍBA, ÁGUAS BELAS, IATI, SANHARÓ E BELO JARDIM.  SEGUNDO O PRESIDENTE DA COMPESA, ROBERTO TAVARES. A ADUTORA SERÁ UM DOS MAIORES SISTEMAS INTEGRADOS DO MUNDO E VAI UNIVERSALIZAR O ABASTECIMENTO DE ÁGUA PARA DOIS MILHÕES DE PESSOAS. OS RECURSOS, NO VALOR DE UM BILHÃO E 300 MIL REAIS, ESTÃO GARANTIDOS POR MEIO DE UM TERMO DE COMPROMISSO ASSINADO, NESSA TERÇA-FEIRA, 30, PELA PRESIDENTE DILMA ROUSSEF.

AGRINORDESTE DISCUTE AVANÇOS E METAS DA AGROPECUÁRIA DA REGIÃO
A DÉCIMA NONA AGRINORDESTE, SEMINÁRIO SOBRE A MODERNIZAÇÃO DO SETOR PRIMÁRIO DA ECONOMIA NORDESTINA, FOI ABERTA, NA MANHÃ DESTA QUARTA-FEIRA, 31,E SE ESTENDE ATÉ ESTA SEXTA, 02, NO CENTRO DE CONVENÇÕES. PROMOVIDO PELA FEDERAÇÃO DA AGRICULTURA DO ESTADO DO PERNAMBUCO, EM PARCERIA COM A SECRETARIA DE AGRICULTURA E REFORMA AGRÁRIA, SENAR E SEBRAE, O EVENTO ABRE UM AMPLO DEBATE SOBRE ASSUSNTOS RELACIONADOS À AGROPECUÁRIA, COMO A  AGROENERGIA E MEIO AMBIENTE, APICULTURA, AQUICULTURA, BOVINOCULTURA DE LEITE,E TURISMO RURAL.A PROGRAMAÇÃO PREVÊ O SHOW DE LÁCTEOS, QUE VISA APRESENTAR A TRANSFORMAÇÃO POSITIVA DA CADEIA PRODUTIVA DO LEITE EM PERNAMBUCO. HAVERÁ DEGUSTAÇÃO E VENDA DE QUEIJOS DE ORIGEM FRANCESA, COMO O BOURSIN, ITALIANA COMO O MASCARPONE, AMERICANA COMO O CREAM CHEESE, DA GRÃ- BRETANHA COMO O COTTAGE, ALÉM DOS TRADICIONAIS EM NOSSA MESA COMO COALHO E DE CABRA.

ESTADO VAI CRIAR EMPRESA PARA GERIR AÇÕES NA ZONA RURAL 
O GOVERNO DO ESTADO ENVIOU, PARA VOTAÇÃO NA ASSEMBLÉIA LEGISLATIVA, PROJETO DE LEI QUE AUTORIZA A CRIAÇÃO DA EMPRESA PERNAMBUCANA DE DESENVOLVIMENTO E ENGENHARIA RURAL. A INSTITUIÇÃO A SER CONSTITUÍDA SOB A FORMA DE EMPRESA PÚBLICA, SERÁ VINCULADA À SECRETARIA DE AGRICULTURA E REFORMA AGRÁRIA E FICARÁ  RESPONSÁVEL PELA IMPLEMENTAÇÃO DE POLÍTICAS PÚBLICAS NAS ÁREAS DE INFRAESTRUTURA HÍDRICA, TRAFEGABILIDADE, HABITAÇÃO, ENTRE OUTRAS AÇÕES EM COMUNIDADES RURAIS. O PROJETO RESSALTA  QUE A CRIAÇÃO DA EMPRESA NÃO IMPLICARÁ AUMENTO DE DESPESA, UMA VEZ QUE OS RECURSOS NECESSÁRIOS À SUA IMPLANTAÇÃO SERÃO DESTINADOS MEDIANTE CRÉDITO ESPECIAL PROVENIENTE DA ANULAÇÃO DE DOTAÇÕES ORÇAMENTÁRIAS JÁ CONSIGNADAS NA LEI ORÇAMENTÁRIA ANUAL.

ENCONTRO DEBATE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO NA GESTÃO PÚBLICA
PROFISSIONAIS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO, GESTORES PÚBLICOS, ACADÊMICOS E PESQUISADORES DA ÁREA DE TODO O BRASIL ESTÃO PARTICIPANDO DA TRIGÉSIMA NONA EDIÇÃO DO SEMINÁRIO NACIONAL DE TIC PARA A GESTÃO PÚBLICA. O ENCONTRO ESTÁ SENDO REALIZADO, ATÉ ESTA SEXTA-FEIRA, 02,, EM PORTO DE GALINHAS, LOCALIZADO NO LITORAL SUL DE PERNAMBUCO. PROMOVIDO PELA SECRETARIA DE  ADMINISTRAÇÃO DO ESTADO, POR MEIO DA AGÊNCIA ESTADUAL DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO (ATI), O ENCONTRO TERÁ COMO TEMA “TIC E GOVERNANÇA: SOLUÇÕES INOVADORAS PARA GOVERNO”.  

PAIS DE ALUNOS RECEBEM NOVAS AÇÕES DE CULTURA DA PAZ

Termina nesta sexta-feira (02), no Campus de Ensino Metropolitano da Secretaria de Defesa Social (SDS) no Recife, o treinamento ‘Currículo para Pais de Alunos”. A iniciativa consta do Proerd – Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência. Sonora com João Evangelista, gerente de Prevenção e Articulação Comunitária da SDS.

AMPLIAR AS AÇÕES DE CULTURA DA PAZ JUNTO A PAIS DE ESTUDANTES DO ENSINO FUNDAMENTAL DA REDE PÚBLICA. ESTE É O OBJETIVO DO TREINAMENTO ‘CURRÍCULO PARA PAIS’, APLICADO A 34 SOLDADOS DA PM, COMO PARTE DO PROERD – PROGRAMA EDUCACIONAL DE RESISTÊNCIA ÀS DROGAS E À VIOLÊNCIA. A INICIATIVA DA SECRETARIA DE DEFESA SOCIAL (SDS)  CONSTA DO SEGMENTO PREVENTIVO DO PACTO PELA VIDA. O TREINAMENTO CURRICULAR TERMINA NESTA SEXTA-FEIRA (02), NO CAMPUS DE ENSINO METROPOLITANO DA SDS, NO BAIRRO DO CURADO, NO RECIFE.
OS 34 POLICIAIS CONCLUINTES DO TREINAMENTO CURRICULAR SÃO INSTRUTORES DO PROERD JUNTO A ESTUDANTES E AGORA VÃO ATUAR JUNTO AOS PAIS DE ALUNOS. AS INFORMAÇÕES SÃO DO GERENTE DE PREVENÇÃO E ARTICULAÇÃO COMUNITÁRIA DA SDS, JOÃO EVANGELISTA.
JOÃO EVANGELISTA ACRESCENTA QUE NO CASO ESPECÍFICO DO PROERD JUNTO A ESTUDANTES, A META DA SDS É ATENDER 50 MIL ALUNOS EM TODO O ESTADO ATÉ O FIM DESTE ANO.
OUTROS DETALHES SOBRE AS AÇÕES PREVENTIVAS DA SECRETARIA DE DEFESA SOCIAL ATRAVÉS DA PÁGINA ELETRÔNICA WWW.SDS.PE.GOV.BR, OU PELO TELEFONE DA COORDENAÇÃO ESTADUAL DO PROERD: 3183.5071. REPETINDO: 3183.5071. O DDD É 81. 


Morre, aos 62 anos, o jornalista José Meirelles Passos

Morreu nesta quarta-feira (31), aos 62 anos, o jornalista José Meirelles Passos, vítima de um câncer contra o qual lutava havia cerca de um ano. Ex-correspondente do jornal O Globo em Washington durante duas décadas, Meirelles, como era conhecido pelos colegas, voltara ao Brasil em 2009 para trabalhar como repórter especial na redação do jornal, no qual ingressara em 1988. Antes, havia trabalhado para a revista Veja em Buenos Aires e também na revista IstoÉ.

Conhecido pelo bom humor, elegância e tranquilidade, era um dos profissionais de jornalismo do País mais experientes no exterior tendo participado de coberturas em mais de 40 países, inclusive a Guerra das Malvinas (1982) e as duas guerras do Iraque (1990 e 2003). Também participou da cobertura da Copa do Mundo da África do Sul, em 2010. Meirelles ganhou vários prêmios de jornalismo, como o Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, o Esso, o Febraban e o da Sociedade Interamericana de Prensa (SIP).

Também escreveu o livro "A noite dos generais: os bastidores do terror militar na Argentina", sobre o julgamento, em 1985, das três juntas militares que governaram o país vizinho entre 1976 e 1982, focado, segundo definiu à época do lançamento, em detalhes que não puderam ser revelados nas reportagens da época, com informações sobre o dia a dia dos militares nas prisões. Para ele, o jornalismo era uma atividade que lhe dava prazer, conforme contou em entrevistas. "Ele me dá chances de ver a história de perto, de registrá-la, de aprender a viver", definiu certa vez.

O diagnóstico de câncer no peritônio, doença grave e rara, dado pouco depois que voltou da cobertura da Copa de 2010, não desanimou o jornalista. Meirelles se submeteu a cirurgia e tratamento médico, voltou a trabalhar e se mostrou, em conversas com amigos, esperançoso e animado. A doença, porém, voltou a abatê-lo. Sua morte foi no Hospital Samaritano, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. Deixou duas filhas, que moram em Washington, e dois netos. Foi enterrado no fim desta tarde, no Cemitério de São João Baptista, em Botafogo.
Fonte: Agência Estado

Cade critica Anatel e pede aprovação do Supercade

Membros do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) de uma só vez voltaram a demonstrar insatisfação com a morosidade da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) e a defender a aprovação do projeto de lei que está na Câmara dos Deputados e dá mais poderes ao órgão antitruste. "O setor de telecomunicações talvez seja o exemplo mais drástico disso, porque os casos demoram muito para chegar ao Cade", resumiu o conselheiro Carlos Ragazzo.

Quem levantou a discussão foi o conselheiro Ricardo Ruiz, que mostrou insatisfação com o voto de dois colegas em casos de telecomunicações aprovando as respectivas operações porque as mudanças no mercado ocorridas até a chegada dos documentos no órgão foram tantas que não faria mais sentido reprovar os atos de concentração. "Me incomoda supor tudo isso... Essa análise ex post não faz sentido. É ilógico isso", argumentou Ruiz.

De acordo com o conselheiro, qualquer análise demonstra que os custos de uma fusão ou aquisição são pagos nos primeiros cinco anos após a operação. Em alguns casos, isso ocorre em até três anos. "Isso demonstra a necessidade lógica de ter análise prévia." Para Ruiz, a negativa a uma fusão poderia alterar o quadro de rivalidade dos setores e gerar mudanças tecnológicas até mais céleres. "Notificação prévia é fundamental e vale para qualquer setor. É um desconforto que eu tenho", disse.

Hoje, as empresas têm 15 dias para apresentar aos órgãos de defesa da concorrência uma fusão ou aquisição. Antes de chegar ao Cade, esses atos de concentração são instruídos pelo Ministério da Fazenda e recebem também a análise da agência reguladora do setor. O projeto de lei que está no Congresso prevê que a operação passe pelo crivo do Cade antes de ser anunciado publicamente.

O presidente da autarquia, Fernando Furlan, aproveitou a discussão para dizer que o mês de setembro abre uma nova janela de oportunidade para que o projeto seja votado pelos parlamentares. "Queria destacar nossa esperança de que os deputados reconheçam a importância dessa votação para o País", disse.

Para Furlan, esses problemas são evidenciados em vários setores, mas os de telecomunicações são mais claros devido à velocidade das mudanças tecnológicas. Esse período até a possível interferência do Cade pode impactar negativamente o cliente de produtos e serviços, na análise feita por Ragazzo. "Por mais de 10 anos, o consumidor pode ter pago mais caro sem ter o que fazer", considerou.

Esse conselheiro lembrou que, em alguns casos, o processo é tão antigo que fica complicado o Cade tentar impor algum tipo de restrição ao negócio. "A situação é traumática e eu vou impor restrição? É pior a emenda que o soneto agora..."

O conselheiro Olavo Chinaglia também salientou que a tentativa de se fazer um controle preventivo é uma "aberração". Marcos Veríssimo, outro membro do Cade, destacou que em muitos casos também há enormes barreiras regulatórias que impedem a entrada de novas empresas concorrentes em alguns setores da atividade. Como exemplo, ele também citou o setor de telecomunicações. "Há uma certa tendência histórica: regular com foco na tecnologia, esse é o primeiro erro. O certo seria o serviço disponibilizado."
Fonte: Agência Estado

Vacina contra presentes de grego

Cupira – Os investimentos em andamento em Pernambuco e os projetos que estão para chegar no estado têm colocado a presidente Dilma Rousseff (PT) e o governador Eduardo Campos (PSB) numa sintonia cada vez mais afinada. Um quadro oposto à preocupação exposta em reserva recentemente por lideranças petistas, que se mostravam preocupadas com o fortalecimento da imagem do socialista nacionalmente. Ontem, no Agreste pernambucano, pela troca de afagos entre os dois, foi possível perceber o roteiro que irão seguir até 2014.

Dilma promete governar vencendo desafios, principalmente nas áreas da saúde, educação e segurança. Uma caminhada na qual Eduardo promete estar presente. Mas antes de chegar a Cupira, ainda no aeroporto de Caruaru, a petista concedeu uma entrevista a duas emissoras de rádio e deixou claro que não quer receber dos gestores (prefeitos e governadores) o que ela chamou de “presente de grego”.

Dilma usou tal definição ao ser questionada sobre a Emenda Constitucional 29, que obriga estados e municípios a destinar um percentual de pelo menos 9% para saúde. Na campanha de 2010, a então candidata Dilma Rousseff defendeu a regulamentação da emenda. Hoje, tem um posicionamento diferente. “Acho uma temeridade alguém achar que só se aprovando uma lei você resolve o problema da saúde”. Na interpretação da presidente, “presente de grego” seria os gestores projetarem investimentos para o setor sem saber de onde tirar os recursos.

“O presente que eu quero para a saúde é que o nosso povo tenha atendimento gratuito, universal e de qualidade. Considero que o momento da crise internacional não está propício para que se aprove despesas sem dizer de onde saiu os recursos”, alertou a petista, que pretende dar a mesma atenção para segurança e educação. Dilma também foi abordada sobre a PEC-300, outro calo do seu governo, mas não fez qualquer comentário sobre o assunto.

Já em Cupira, a presidente manteve o discurso favorável ao governador, a quem chamou de “querido amigo”. Não economizou palavras para demonstrar o sentimento de solidariedade às famílias da enchente que atingiu os municípios da Zona da Mata Sul, em 2010, e o esforço do socialista para conseguir verba junto ao governo federal para sanar os problemas da população. Em outro momento, destacou o papel de Pernambuco no ciclo de crescimento do país e reafirmou o compromisso de manter obras importantes para o estado, a exemplo do Estaleiro Atlântico Sul, a Refinaria Abreu e Lima e Transposição do Rio São Francisco.

Eduardo Campos, por sua vez, fez questão de ressaltar que as obras das cinco barragens que serão construídas no estado só foram possíveis por conta da decisão política da presidente de liberar recursos para a construção dos reservatórios. “Uma decisão que a senhora tomou com a consciência, mas sei que decidiu com o coração também”, frisou o socialista.

Em Cupira, Dilma esteve acompanhada dos ministros da Educação, Fernando Haddad, de Comunicação, Helena Chagas, da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho e das Cidades, Mário Negromonte, este último envolvido na denúncia de oferecimento de propina para resolver problemas internos do PP e uso de dinheiro da Câmara dos Deputados para pagar uma companhia aérea.
Por Rosália Rangel

Pernambuco registra maré mais alta do ano nesta quarta-feira

A maré mais alta do ano em Pernambuco aconteceu na manhã desta quarta-feira (31), às 5h08, quando as ondas atingiram a altura de 2,70m.

Na praia de Pau Amarelo, em Paulista, no Grande Recife, o mar estava agitado e as ondas batiam forte nas casas, destruindo ainda mais as construções. Pedaços de paredes podiam ser vistos na areia e não havia pessoas dentro das casas.

Do alto, o Globocop também registrou a beira-mar de Paulista. Na praia do Janga, as ondas batiam com força no trecho onde antes havia um calçadão, numa área já destruída pelo mar. O helicóptero seguiu para outra região onde o mar castiga construções: a praia de Piedade, em Jaboatão dos Guararapes, onde a faixa de areia nem aparece em alguns trechos. A água chegou a subir para o calçadão.

A maré volta a subir no fim da tarde desta quarta, quando chegará a 2,5m.






Pernambuco é o 7º do País em número de inscritos no Enem

Pernambuco é o sétimo Estado do País e o terceiro da região Nordeste com o maior número de inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) deste ano, cujas provas serão realizadas nos dias 22 e 23 de outubro. Há 268.960 candidatos pernambucanos cadastrados. Ano passado, o Estado ficou na mesma colocação geral em número de inscritos. A diferença em relação a este ano é que houve acréscimo de 40.931 pessoas. Em todo o Brasil serão 5.366.780 participantes. Em 2010 foram 4.611.441.

No ranking nacional, os cinco Estados com mais inscritos no ano passado permanecem na mesma colocação agora. São eles, por ordem, São Paulo, Minas Gerais, Bahia, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. O Amapá, que na última edição ocupou a última colocação, desta vez é o penúltimo, ganhando apenas para Roraima. Regionalmente, Pernambuco perde para Bahia e Ceará.
http://www2.uol.com.br/JC/HTML_PORTAL/cotidiano/imagens/infografico_enem.jpg
Comparando a quantidade de inscritos nos dois anos, apenas em dois Estados, Bahia e Santa Catarina, houve queda de participação. Nos outros 24 Estados da Federação e no Distrito Federal, o
Enem 2011 terá mais inscritos que o exame passado. De baianos, a avaliação terá 424.525 candidatos, contra 448.620 em 2010 (decréscimo de cerca de 24 mil inscritos). Os catarinenses serão agora 83.232. Ano passado foram 84.529, uma pequena diferença de pouco mais de mil pessoas.

Geograficamente, a posição das regiões em relação ao quantitativo de candidatos é a mesma da prova anterior. O Sudeste lidera com o maior número de participantes, 1.971.958. Em seguida vêm o Nordeste (1.692.830), o Sul (667.581) e o Norte (552.511). A menor quantidade de candidatos é do Centro-Oeste (481.900). Por faixa etária, o exame deste ano tem a maior concentração de inscritos entre 21 e 30 anos (1.704.820 jovens).

Alunos de escolas públicas são maioria, quando se observa apenas os alunos que estão matriculados no 3º ano do ensino médio, ou seja, são concluintes. Somam 1.224.157 nessa situação. Da rede privada, há 276.465 jovens que informaram estar vinculados com colégios particulares.

A estudante Isabela Marquim, 18 anos, fará o Enem pela segunda vez. Vai tentar vaga em arquitetura na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), que há dois anos substituiu a primeira etapa do vestibular pelo exame nacional. “Gosto do formato do Enem. Acho melhor que as provas que antes eram aplicadas na primeira fase da UFPE”, afirma Isabela, que diz estar nervosa com a aproximação da avaliação. Faltam menos de dois meses para as provas.

Além da UFPE, usam o Enem em Pernambuco as Universidades Federal Rural (UFRPE) e Federal do Vale do São Francisco (Univasf). Mas diferentemente da UFPE, as duas instituições não realizam mais vestibular. O preenchimento das vagas é feito apenas com as notas do exame, a partir do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), realizado pelo Ministério da Educação.