quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Morre, aos 62 anos, o jornalista José Meirelles Passos

Morreu nesta quarta-feira (31), aos 62 anos, o jornalista José Meirelles Passos, vítima de um câncer contra o qual lutava havia cerca de um ano. Ex-correspondente do jornal O Globo em Washington durante duas décadas, Meirelles, como era conhecido pelos colegas, voltara ao Brasil em 2009 para trabalhar como repórter especial na redação do jornal, no qual ingressara em 1988. Antes, havia trabalhado para a revista Veja em Buenos Aires e também na revista IstoÉ.

Conhecido pelo bom humor, elegância e tranquilidade, era um dos profissionais de jornalismo do País mais experientes no exterior tendo participado de coberturas em mais de 40 países, inclusive a Guerra das Malvinas (1982) e as duas guerras do Iraque (1990 e 2003). Também participou da cobertura da Copa do Mundo da África do Sul, em 2010. Meirelles ganhou vários prêmios de jornalismo, como o Vladimir Herzog de Anistia e Direitos Humanos, o Esso, o Febraban e o da Sociedade Interamericana de Prensa (SIP).

Também escreveu o livro "A noite dos generais: os bastidores do terror militar na Argentina", sobre o julgamento, em 1985, das três juntas militares que governaram o país vizinho entre 1976 e 1982, focado, segundo definiu à época do lançamento, em detalhes que não puderam ser revelados nas reportagens da época, com informações sobre o dia a dia dos militares nas prisões. Para ele, o jornalismo era uma atividade que lhe dava prazer, conforme contou em entrevistas. "Ele me dá chances de ver a história de perto, de registrá-la, de aprender a viver", definiu certa vez.

O diagnóstico de câncer no peritônio, doença grave e rara, dado pouco depois que voltou da cobertura da Copa de 2010, não desanimou o jornalista. Meirelles se submeteu a cirurgia e tratamento médico, voltou a trabalhar e se mostrou, em conversas com amigos, esperançoso e animado. A doença, porém, voltou a abatê-lo. Sua morte foi no Hospital Samaritano, em Botafogo, na zona sul do Rio de Janeiro. Deixou duas filhas, que moram em Washington, e dois netos. Foi enterrado no fim desta tarde, no Cemitério de São João Baptista, em Botafogo.
Fonte: Agência Estado