sexta-feira, 29 de julho de 2011

Presidente Dilma é homenageada na Corrida das Galinhas em PE


Circuito onde é realizada a corrida, que é considerada uma das atrações turísticas da cidade. (Foto: Divulgação/Corrida das Galinhas)
Circuito onde é realizada a corrida, que é
considerada uma das atrações turísticas da
cidade. (Foto: Divulgação/Corrida das Galinhas)

Cerca de 350 atletas penosas participam da 14ª edição da Corrida das Galinhas, realizada na cidade de São Bento do Una, no Agreste de Pernambuco. A competição começou na tarde desta sexta-feira (29) e vai até domingo (31). O evento, que sempre tem um caráter irreverente e humorístico, homenageia Dilma Rousseff, presidente da República.
De acordo com Marcos Valença, coordenador da corrida, o tema deste ano é “Nunca na história desse país uma galinha mandou tanto no terreiro. E não é uma ofensa, porque gostamos muito de galinha e a galinha é muito respeitada por nós aqui em Pernambuco.”
Segundo a Prefeitura Municipal de São Bento do Una, a corrida é considerada uma das maiores atrações turísticas da cidade, movimentando a economia do comércio e esgotando as vagas na rede hoteleira da região, principalmente por ser realizada em período de férias escolares.
A festa de abertura foi realizada nesta quinta-feira (28), com o acendimento da tocha “olímpica”, que foi levada pelas ruas da cidade em revezamento com os donos das galináceas até o acendimento da pira, no “Galinhódromo”. Entre as atrações musicais do evento estão Garota Safada, Chicabana, Saia Rodada, Luis Neto e Davi, Banda Luará, Asas da América, Parangolé e Cheiro de Amor.

 Nesta sexta, as aves treinaram para definir o grid da largada na disputa de domingo (31).  (Foto: Divulgação/Corrida das Galinhas)
 Nesta sexta, as aves treinaram para definir o grid
da largada na disputa de domingo (31).
(Foto: Divulgação/Corrida das Galinhas)

Vocabulário próprio
A irreverência dos organizadores da corrida ao longo das edições anteriores fez com que fosse necessário criar um dicionário próprio para a competição. A pista de corrida, por exemplo, foi batizado de “Galinhódromo”, circuito fechado que tem 86 metros de extensão e por onde passarão as “máquinas voadoras”.
O “Poleiro” é a arquibancada metálica, que tem capacidade para duas mil pessoas. Quem não tiver uma “máquina voadora” para participar da corrida pode ir ao “Rent a chicken”, que é um boxe de aluguel de galinhas para os turistas e pilotos de última hora.
Galinhas no grid, a “Torre de Comando” é responsável pela transmissão da corrida. A locução da disputa é feita pelo locutor apelidado de Galão Bueno. O sistema de som, no entanto, recebeu o nome de “Cocoricó”.
As autoridades e a imprensa ficam em uma área reservada chamada “Ninho Vip”. O “Terreiro” é o espaço reservado para as competições paralelas como “Segura nos Trinta”, “Lançamento de Ovo”, “Ovo ao Alvo”, “Coma Seu Frango” e “O Canto do Galo”.
As campeãs da corrida deixarão suas pegadas ou patadas na “Calçada das Estrelas”, onde serão imortalizadas. No “Corredor da Pitu”, os visitantes poderão saborear, de graça, a chamada “água que galinha não bebe”.
A corrida
Para formar o grid de largada, os competidores farão quatro treinos nesta sexta-feira e neste sábado (30). As nove “máquinas voadoras” mais rápidas nas categorias galinha e galo serão posicionadas para a largada, que é feita individualmente e por ordem de tempo.
Os pilotos que usarem galinhas alugadas disputarão a corrida em uma categoria distinta. A “Revoada D’Angola” é uma competição que leva em conta a rapidez das galinhas e beleza natural. Nesta disputa, 20 galinhas são soltas em uma arena e vence quem conseguir pegar uma delas primeiro.
Na modalidade “Segura nos Trinta”, os competidores terão que pegar galinhas de Angola ou da Guiné em 30 segundos. No “Arremesso de Ovo”, o competidor tem de segurar um ovo, sem quebrá-lo, que é jogado do alto. No “Ovo ao Alvo”, o participante tem de acertar um alvo, em três tentativas.
Na competição “Coma seu Frango”, o participante tem de comer um frango assado em menos tempo. Na modalidade “Penas, Plumas e Paetês”, vence a galinha melhor fantasiada. No “Canto do Galo”, vence quem melhor imitar o galo cantando.
As premiações variam de R$ 100 a R$ 500 em dinheiro; um “Milhão”, que é um troféu simbólico; medalhas e ração.