terça-feira, 5 de julho de 2011

Portas fechadas para Carlinhos Bala em Pernambuco

Chegou ao fim mais um ciclo do atacante Carlinhos Bala em um dos três grandes de Pernambuco. Dispensado pelo Sport, o jogador parece estar encerrando, também, o tempo de reinado no futebol local. Assim que a notícia da saída do atleta foi divulgada, Náutico e Santa Cruz, seus ex-clubes no estado, trataram de negar, veementemente, a possibilidade de contratá-lo, antes mesmo que qualquer especulação surgisse.

Com cinco jogos disputados, Bala ainda pode atuar por outras equipes na própria Série B do Brasileiro. Logo após o anúncio da dispensa, a imprensa de Santa Catarina procurou saber sobre a possibilidade de uma transferência para o Avaí. O time, porém, é dirigido por Alexandre Gallo, responsável pelo pedido de dispensa dele no Náutico, em 2010.

A diretoria do Náutico descartou a contratação de Bala. Assim como descartou a vinda de Geraldo. A prioridade, segundo os alvirrubros, é pagar os salários do atual elenco, e não trazer reforços. No Santa Cruz, os dirigentes também foram bastante claros. “Não existe possibilidade alguma do Santa Cruz contratar o atleta Carlinhos Bala”, afirmou o diretor de futebol Constantino Júnior.

Revelado nas categorias de base do Santa Cruz, Carlinhos Bala tem passagens marcantes nos três clubes da capital, dentro e fora de campo. Com o Tricolor, conseguiu o acesso à Série A em 2005. Em 2008, foi contratado pelo Sport e foi campeão da Copa do Brasil. A pedido de Nelsinho Batista, não teve o seu contrato renovado. Encontrou no Náutico uma nova casa. Foi camisa 10 e capitão do time. Por cobrar salários atrasados, foi dispensado.