terça-feira, 12 de julho de 2011

Jaboatão cobra licença para realizar obras de contenção ao avanço do mar

O prefeito de Jaboatão, Elias Gomes e o secretário de Meio Ambiente do município, Hermírio Rego, participam de reunião hoje na sede da Companhia Pernambucana de Recursos Hídricos (CPRH). O objetivo da visita é a cobrança de mais agilidade na emissão da licença ambiental para realização das obras de contenção do avanço do mar e engorda da faixa de areia.
O litoral do município de Jaboatão dos Guararapes será o primeiro a ter o plano de combate à erosão marinha concluído. Ele é um dos quatro municípios que estão sendo contemplados com o projeto da Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade para a recuperação das praias do Recife, Olinda, Paulista e Jaboatão.
Para fazer a regeneração das praias de Piedade e Candeias, uma das alternativas apontadas pela  Coastal Planning , empresa norte-americana à frente dos projetos, é readequar o quebramar de Piedade construído, sem nenhum estudo técnico, na década de 1980. Uma das propostas é realizar cinco cortes na estrutura para permitir a passagem dos sedimentos até a areia da praia. A engorda prevista para o trecho crítico de 5,3 quilômetros é de 776 metros cúbicos de areia.
As obras prometem alívio para os moradores das residências mais próximas da beira-mar que, nos últimos anos, clamavam por medidas do poder público para reorganização da orla marítima. Entre as alterações estruturais estão o engordamento da faixa de areia das praias e construção dos espigões que funcionam como quebra-mares