terça-feira, 5 de julho de 2011

Greve dos médicos da rede municipal tem 80% de adesão

Cerca de 80% dos 1.500 médicos vinculados à Prefeitura do Recife aderiram hoje à paralisação de 24 horas realizada hoje pela categoria. A avaliação é do Sindicato dos Médicos de Pernambuco (Simepe), que realiza, no início desta tarde, uma reunião na sede da entidade, na avenida João de Barros, para avaliar o movimento.
Ainda de acordo com o Simepe, a greve atingiu os Postos de Saúde da Família e os ambulatórios, mas manteve os serviços de emergência. Entre os PSFs mais afetados estão os de Brasília Teimosa, Campina do Barreto, Vila União e Ipsep.
No início da manhã os grevistas se concentraram na sede do sindicato e de lá seguiram em comissões para visitar diversas policlínicas da rede municipal de saúde. A greve foi aprovada na semana passada durante a assembleia geral da categoria, realizada no auditório da Associação Médica de Pernambuco (AMPE), bairro da Boa Vista. Durante a plenária, os médicos criticaram o não cumprimento de vários itens do Termo de Compromisso para a valorização do trabalho médico, assinado em 12/06/09, com as entidades médicas (Simepe e Cremepe).

Amanhã acontece nova rodada de negociação com a secretaria municipal de saúde.
A próxima assembleia da categoria será na quinta-feira, dia 7 de julho, às 14h, no auditório da Associação Médica de Pernambuco (AMPE), para definição dos rumos do movimento.
Com informações do repórter Ciro Guimarães, da TV Clube