segunda-feira, 18 de julho de 2011

Goiana com bairros submersos, 203 famílias desabrigadas e 700 desalojadas

A cidade de Goiana, localizada na Mata Norte de Pernambuco, distante 70 km do Recife, é uma das mais atingidas pelas chuvas que caíram no estado no último final de semana. O rio Goiana transbordou inundando parte da cidade.
Alguns bairros como Balde do Rio, Ladeira do Cortume e a Vila Operária estão completamento submersos. O nível da água não baixa e a cidade já soma 203 famílias desabrigadas e 700 desalojadas.
A prefeitura disponibilzou alguns locais para servir de abrigo: a quadra de esportes da Escola Municipal Manoel Norba, o pátio da nova feira, o grêmio da Ponza, a sede da Associação Comercial e os postos de saúde da família. Nesses endereços, as pessoas estão recebendo atendimento medico e alimentação, enquanto a Comissão de Defesa Civil (Codecipe) realiza um levantamento sobre os transtornos causados pela enchente. O prefeito de Goiana, Henrique Fenelon, deve encaminhar ainda hoje ao governador de Pernambuco, Eduardo Campos, um ofício que decreta o estado de emergência da cidade.
Esta manhã, o tráfego foi liberado na ponte sobre o Rio Goiana. Ontem, a via foi interditada depois que as águas do rio invadiram a ponte. Apesar da medida, o trãnsito continua lento. Os motoristas têm que dirigir com cuidado. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ainda há pontos de alagamento e o trecho em pior situação fica na cidade de Itambé, na divisa entre os estados de Paraíba e Pernambuco. Além disso, diversas placas de sinalização foram destruídas pela força das águas.
Com informações da repórter Adaíra Sene