terça-feira, 7 de junho de 2011

Polícia desativa fábrica de caça-níqueis e prende dois homens

A partir de uma denúncia anônima, policiais do 6º Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) desativaram uma fábrica de caça-níqueis no município de Feira Nova, no Agreste de Pernambuco. De acordo com as informações da PM, o local fornecia e oferecia manutenção das máquinas em várias cidades no interior do estado. Dois homens foram presos na ação e os policais ainda apreenderam vários equipamentos.

Os policiais receberam uma denúncia do funcionamento de um caça-níquel dentro de uma lan house na área central de Feira Nova. Após a apreensão da máquina, os policiais seguiram até a fábrica, que funcionava na garagem da casa de João José Alves, 57 anos. Ele e seu filho, Elder José Alves, 29, eram os responsáveis pela montagem das máquinas. Elder ainda distribuía o material ilegal e oferecia serviço de manutenção.

Além de Feira Novam, dupla fornecia caça-níqueis para as cidades de Limoeiro, Passira, Cumaru, Surubim, Carpina e Glória do Goitá.

Na casa de José Alves, a polícia apreendeu R$ 6.329 em espécie, R$ 183,05 em moedas, 1 pistola 380 com 11 munições, 1 espingarda calibre 32 com 24 cartuchos – sendo 17 deflagrados, 105 joysticks, 47 fontes de energia, 68 HDs, 8 monitores, 1 estabilizador, 10 coolers, 14 placas mães, 7 dispositivos para recolher cédulas e 10 máquinas prontas para entrega.

Ao todo, 10 policiais trabalharam na operação. Pai e filho foram encaminhados para a Delegacia de Feira Nova.