quarta-feira, 25 de maio de 2011

IMIP inaugura serviço de radioiodoterapia

O serviço ajudará pessoas com hipertireoidismo, câncer de tireóide, bócio e nódulos na tireóide

Será inaugurado as 10h desta terça-feira (10), no Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP), o serviço de radioiodoterapia para pacientes com hipertireoidismo ou que tiveram câncer de tireóide. O setor atenderá cerca de 80 pacientes por mês, vindos do IMIP ou de outros hospitais de Pernambuco e estados vizinhos.
A equipe que é liderada pelo médico nuclear Tien Chang e contará com mais um médico desse setor, dois enfermeiros, supervisores de radioproteção e técnicos dessa medicina. O serviço de radioidoterapia está localizado na Clínica Médica, no primeiro andar do Hospital Pedro II.
A radioiodoterapia é um tratamento à base de iodoradioativo e serve para destruir células da tireóide que estão produzindo hormônios em excesso, no caso de pacientes com hipertireoidismo.No caso de pacientes com câncer de tireóide, o tratamento serve para destruir as células cancerígenas que ainda se encontram no organismo do paciente.
A utilização de radioiodoterapia é indicada para pessoas com hipertireoidismo, câncer de tireóide, bócio, nódulos na tireóide, de acordo com a indicação do médico endocrinologista.