terça-feira, 17 de maio de 2011

Obtenção do cartão nacional de saúde – Cartão SUS


Documento identifica o usuário inscrito e facilita seu acesso aos serviços do Sistema Único de Saúde.

O Cartão Nacional de Saúde é um documento de identificação do usuário do Sistema Único de Saúde (SUS) válido em todo território nacional. O uso desse cartão facilita a marcação de consultas e exames e garante o acesso ao fornecimento gratuito de medicamentos. O cartão ainda permite que o histórico clínico dos pacientes seja consultado a partir de uma base de dados. A solicitação do cartão pode ser feita em todos os postos de saúde, hospitais e clínicas do SUS, mediante apresentação dos documentos listados abaixo.

Valor da Taxa:

Gratuito.

Documentos Necessários:

1. Carteira de Identidade (original e cópia);
2. CPF (original e cópia);
3. Certidão de Nascimento ou Casamento (original e cópia);
4. Comprovante de residência (original e cópia) – água, luz ou telefone.

Brasília – O Ministério da Saúde começa a implantar uma base nacional de dados que permitirá a identificação dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), por meio de um número único, válido em todo o país. O sistema será composto pelo Cartão Nacional de Saúde, pelo Cadastro Nacional de Usuários do SUS e pelo Portal de Saúde do Cidadão, que deverá ser lançado no segundo semestre deste ano.
Com o formato de um cartão de crédito, o novo Cartão Nacional de Saúde trará uma etiqueta com dados pessoais do usuário e o número fornecido pelo Ministério da Saúde. As secretarias estaduais e municipais de Saúde que já têm algum tipo de sistema integrado de registro de dados de saúde terão o prazo de um ano para emitir e distribuir os cartões.
A meta é implantar o registro eletrônico de saúde em todos os municípios brasileiros até 2014. Ao todo, deverão ser emitidos 200 milhões de cartões. Em entrevista ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional, o secretário de Gestão Estratégica e Participativa do Ministério da Saúde, Odorico Monteiro, afirmou que “todos os brasileiros terão o cartão, mesmo aqueles que possuem plano de saúde”.
Além de identificar os usuários do SUS, o cartão servirá de base para que o próprio cidadão acompanhe seu histórico de consultas médicas, verificar a participação em campanhas de vacinação, se fez exames ou cirurgias. “Onde o cidadão estiver, as informações estarão à disposição dele”, completou Monteiro.
O Portal de Saúde do Cidadão, em uma área restrita ao usuário, permitirá acesso aos dados cadastrais, atendimentos por meio do SUS e informações sobre a rede pública de serviços de saúde. O portal terá também uma área de acesso público, com informações em saúde, campanhas e notícias sobre o SUS.
As pessoas que não tiverem o Cartão Nacional de Saúde não serão impedidas de receber atendimento em qualquer estabelecimento público de saúde.