quinta-feira, 5 de maio de 2011

Em 5 dias, chuva no Recife supera média esperada para o mês

         Nos primeiros cinco dias de maio, as chuvas no Recife superaram em 3% a média esperada para o mês inteiro. O fenômeno da "Onda de Leste" e as águas oceânicas mais quentes que o normal explicam o excesso de chuva, que deve persistir nos próximos dias. Em abril, a capital de Pernambuco recebeu 98% de chuva além do normal. As informações são da Climatempo.
         O Instituto Nacional de Meteorologia registrou 88,4 mm de chuva entre as 9h de quarta e desta quinta-feira. O total acumulado desde o dia 1º até o meio desta manhã era de 340 mm, sendo que o índice normal para todo o mês é de 329 mm. Desde a virada do mês, praticamente não parou de chover em todo o litoral, zona da mata e agreste pernambucanos.
         Onda de Leste e mar quente explicam chuva
         O fenômeno meteorológico "Onda de Leste", que em abril atingiu a costa leste nordestina, espalha nuvens carregadas entre Alagoas e o Rio Grande do Norte. As águas do Oceano Atlântico na costa nordestina estão mais quentes do que o normal, o que vem colaborando para a formação e a permanência dessas nuvens e o aumento da quantidade de chuva.
A "Onda de Leste" é típica do outono/inverno que, em média, atinge o litoral leste nordestino de quatro a cinco vezes entre abril e maio. Em junho e julho, o fenômeno pode ocorrer de seis a sete vezes.